19 de janeiro de 2011

Valter Araújo já conta com votos suficientes para vencer eleição na Assembleia

A corrida pela Presidência da Assembleia Legislativa de Rondônia foi praticamente definida ontem em Porto Velho. Um grupo de deputados acabou fechando a disputa interna com o deputado estadual Valter Araújo (PTB-Porto Velho), o mais votado do Estado nas eleições do dia 3 de outubro. O petebista vai conduzir o comando da Casa de Leis para o biênio 2011 a 2013.

No dia de ontem, outro grupo de deputados esteve reunido no Palácio Presidente Vargas, sede do Poder Executivo, para tentar emplacar o candidato governista Edson Martins (PMDB-Urupá). Sem sucesso, a reunião acabou apenas com a participação de sete deputados, e não 10 como foi postado pelos sites eletrônicos. A mobilização era intensa ontem no Palácio.

A falta de articulação política do Palácio Presidente Vargas teria contribuído para o fortalecimento da candidatura do deputado Valter Araújo. A vitória do parlamentar petebista no próximo dia 1º de fevereiro representa a primeira derrota do Palácio Presidente Vargas. Politicamente, o governador eleito contribui e tem poder de decisão em "abençoar" o candidato governista.

Leia ainda:

Eleição para escolha do novo presidente da ALE será dia 1º em eleição aberta

Fim do voto secretou começou na gestão Neodi

2 comentários:

  1. Jefferson Rian Ferreira da Silva22 de janeiro de 2011 20:19

    O jogo de Xadrez político apresentado apontará quem domina os principios fundamentais da estratégia enxadrística: 1º. - A vantagem do lado que faz o 1.º lance deve ser mantida, "a iniciativa"; 2º. - Domínio do "espaço" para discutir o Plano da Nova Rondônia; 3º - Combinação do "material" humano para lançamento do ataque aos problemas preemente do Estado; 4º. - Redimensionar a "estrutura" física para operacionalizar as ações e 5º - "Seguridade" do candidato nas articulações à Presidencia da Casa das Leis. Quem está atento a esses princípios recebe o título de Grande Comandante.
    A "Casa do Povo" deve ser a protagonista da Nova Rondônia anunciada pelo Governador, Dr. Confucio Moura, sobretudo porque ela representa os 52 municípios do Estado e a rigor conhece as demandas, potencialidades e especifidades de cada região, e, enfim, com autonomia formar uma cadeia de união entre as Prefeituras e o Governo de cunho municipalista a ser pavimentado pelo atual Governador.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Jefferson pelo comentário. É dessa forma que deve ser conduzido o processo eleitoral.

    ResponderExcluir