13 de junho de 2016

Propriedades rurais sustentáveis em Rondônia

Muito positiva a iniciativa do projeto Rural Sustentável, cuja finalidade é contemplar produtores rurais de Rondônia que tenham interesse e preocupação em trabalhar na redução de emissões de carbono, além de aumentar a sustentabilidade de suas propriedades. Os projetos selecionados vão receber todo apoio técnico e financeiro para adotar tecnologias agropecuárias sustentáveis que promovam a restauração da floresta. 
Além da imprensa, os órgãos públicos do Estado precisam fazer chegar com urgência a informação ao pequeno produtor rural e proporcionar o maior número de produtores inscritos no projeto - o prazo é até  19 de agosto. Afinal de contas, serão selecionadas 3,5 mil pequenas e médias propriedades rurais localizadas nos municípios de Alta Floresta, Ariquemes, Buritis, Cerejeiras, Governador Jorge Teixeira, Machadinho D’Oeste, Parecis, Rolim de Moura, Santa Luzia e Theobroma. 
Essas regiões selecionadas são municípios estratégicos e com potencial produção de alimentos para o mundo. Também são regiões que na década de oitenta se transformaram em ponto estratégico no recebimento de trabalhadores rurais oriundos do Sul do Brasil com a missão de ocupar a floresta Amazônica. Agora, esses produtores, além de serem obrigados a devolver a floresta, terão incentivos financeiros. Tudo em troca da preservação da floresta. 
Rondônia se transformou em um grande produtor de alimentos e foi cenário de importantes experiências de sucesso realizadas graças ao trabalho desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Foram ações que permitiram melhorias na qualidade do solo e na produção de café. 
Os produtores rurais não devem ficar de fora de iniciativas como essa. Muitos donos de propriedades rurais são jovens e estão sintonizados com projetos sustentáveis e precisam dar continuidade ao trabalho desenvolvido por produtores rurais que ingressaram na floresta na década de 80. Mais uma vez, Rondônia precisa mostrar para o Brasil que tem forte preocupação com a preservação da floresta Amazônica e para manter essa meta tem recebido total apoio do governo de Rondônia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário